Área de feijão-preto segunda safra poderá ser recorde

“Novamente, ontem, um bom volume de negócios foi reportado nas fontes”

Ontem, mais uma vez, foi observado um notável aumento no volume de transações, evidenciando a dinâmica intensa nas fontes de mercado, segundo informações divulgadas pelo Instituto Brasileiro de feijão e Pulses (Ibrafe). O panorama agrícola no Paraná continua a evoluir, delineando uma clara tendência de redução nos volumes colhidos diariamente, tanto no segmento de feijão-carioca quanto no de feijão-preto.

 Os produtores encontram-se diante de um desafio, tendo que lidar com a incerteza em relação ao timing mais apropriado para realizar suas vendas. No que diz respeito ao Feijão-preto, há sinais promissores de que as cotações podem apresentar certa estabilidade, proporcionando um alívio para os envolvidos no setor.

 Mesmo diante de perdas expressivas na produtividade e casos de lavouras integralmente comprometidas, os preços praticados no Sul do Paraná e no norte de Santa Catarina têm, em certa medida, servido como uma compensação significativa para os desafios enfrentados pelos agricultores. Este cenário complexo ressalta a importância crucial de estratégias cuidadosas de comercialização, onde os produtores precisam avaliar minuciosamente o momento ideal para otimizar seus retornos, considerando as variáveis dinâmicas do mercado e os desafios específicos enfrentados na atual temporada agrícola.

“Novamente, ontem, um bom volume de negócios foi reportado nas fontes. A safra paranaense já está caminhando para a diminuição dos volumes colhidos a cada dia, tanto de Feijão-carioca quanto de Feijão-preto. Muitos produtores têm se perguntado sobre qual o melhor momento para vender. No caso do Feijão-preto, pode até acontecer alguma estabilidade nas cotações. Ainda que haja perdas importantes na produtividade e até lavouras totalmente perdidas, os preços praticados no Sul do Paraná e também no norte de Santa Catarina têm compensado em algum grau as perdas”, resume.

Fonte: AGROLINK – Leonardo Gottems

Compartilhar esse artigo

Você também pode gostar:

© 2023 Todos os Direitos Reservados a TV Milagro

× Como posso ajudar?