Brachiaria Dunamis dá início à terceira revolução no setor

Nova variedade reúne qualidades que facilitam o manejo das pastagens

As brachiarias são plantas forrageiras amplamente utilizadas em pastagens para o gado. Elas são conhecidas de maneira geral por sua rusticidade e facilidade no manejo. No entanto, o cultivo desses vegetais pode apresentar desafios em algumas regiões, devido a fatores como pragas, falta de nutrientes e variações climáticas extremas. Nesse sentido, a escolha adequada da variedade de brachiaria para plantação torna-se fundamental para garantir a qualidade das pastagens e a saúde do gado.

Foto: Divulgação/Milagro Agro Brasil / DINO

Especialistas explicam que, no início da década de 1970, a introdução da brachiaria Decumbens representou uma verdadeira revolução nos pastos do cerrado brasileiro, possibilitando a abertura de novas áreas. No entanto, as pastagens passaram a sofrer com ataques de cigarrinha. A partir de 1984, a chegada da brachiaria Marandu desencadeou uma segunda revolução no setor, proporcionando maior resistência às pragas. Contudo, essa variedade, que se tornou dominante no Brasil, trouxe outros desafios, já que ela perdeu excelentes características contidas nos pastos de Decumbens, como a adaptabilidade a solos mais ácidos, resistência à seca e a presença de estolões que enraízam no solo e realizam ótima cobertura de solo.

Essas dificuldades, no entanto, já podem ser solucionadas graças à brachiaria híbrida Dunamis, uma nova cultivar desenvolvida pela Milagro Agro Brasil e a protagonista da terceira revolução no setor. A planta é um híbrido resultado do cruzamento entre Decumbens e Marandu, sendo capaz de oferecer ao produtor as melhores qualidades dessas duas variedades.

A principal característica da Dunamis, de acordo com a Milagro Agro Brasil, é a presença dos estolões que enraízam no solo. Esses estolões existem na Decumbens, mas estão ausentes na Marandu, que é atualmente a brachiaria mais plantada no mundo. Devido a essa característica, a Dunamis pode facilitar a cobertura do solo, diminuir a degradação da área plantada e aumentar a longevidade do pasto, consequentemente melhorando a produtividade, a sustentabilidade e a lucratividade para o pecuarista. Ela apresenta, ainda, outras vantagens em relação às demais brachiarias, tais como:   

  • Crescimento inicial muito superior ao da Marandu e da Decumbens;
  • Resistência à cigarrinha das pastagens;
  • Fácil adaptação a solos de baixa fertilidade (pH 4,8 a 5,5), solos arenosos e terrenos com alta declividade;
  • Melhor controle de erosões;
  • Maior tolerância à seca se comparada à Marandu;
  • Boa tolerância a períodos curtos de encharcamento do solo (15 a 30 dias) se comparada à Marandu (3 a 6 dias);
  • Tolerância a Rhizoctonia (um dos fungos causadores da morte súbita das brachiarias);
  • Facilidade de plantio em covas em solo arenoso e sem correção;
  • Teores de proteína bruta e digestibilidade superiores aos da Marandu.

O diretor de marketing e vendas da Milagro Agro Brasil, Alexandre Hemza, afirma que clientes que já usam a brachiaria Dunamis têm relatado benefícios para seus negócios. “Esses dias, recebi um depoimento de um cliente que plantava mombaça, um dos capins mais usados para gado leiteiro. Quando ele começou a plantar Dunamis e as vacas passaram a se alimentar dessa variedade, saltaram de uma produtividade de 8 a 9 litros por dia para uma média de 12 litros diários”, conta.

A Dunamis também será destaque na Agrishow, uma das maiores feiras de tecnologia agrícola do mundo, que deve reunir cerca de 200 mil pessoas, em Ribeirão Preto, entre os dias 1 e 5 de maio. De acordo com Alexandre Hemza, os clientes que desejarem poderão adquirir as sementes durante a feira em condições especiais, que não serão oferecidas ao longo do restante do ano. “Somos uma empresa que leva a tecnologia ao campo de maneira acessível. Nesse evento, vamos reforçar essa característica”, diz ele. Além dos preços reduzidos, o cliente que fechar negócio durante a Agrishow também terá direito a um pagamento facilitado e à entrega no período correto para o plantio.

Compartilhar esse artigo

Você também pode gostar:

© 2023 Todos os Direitos Reservados a TV Milagro

× Como posso ajudar?